Imprimir

ABLD – Atrofia Braquial Lateral Direita

Você sofre de ABLD? Está a sua igreja sendo afetada pela ABLD? O Estudo de Saúde Adventista, realizado nos Estados Unidos, mostrou que a proporção de adventistas vegetarianos é de 50%. Isso pode significar que metade da igreja não segue os princípios da reforma de saúde. E a minha pergunta é: por quê? Talvez este seja um problema mundial até pior em outros países onde certamente o índice de vegetarianismo é muito menor.

Isso dói e me parece muito estranho numa época em que a população geral está se preocupando mais com a saúde. Hoje existe uma tendência geral do público à procura de alimentos mais saudáveis, ricos em nutrientes, isentos de pesticidas, hormônios e antibióticos e que não sejam geneticamente modificados. E 50% por cento ou mais dos nossos irmãos ainda estão dormentes na questão da reforma da saúde e sofrendo de ABLD.

ABLD significa Atrofia Braquial Lateral Direita, ou atrofia do braço direito. Para aqueles que não são adventistas, o braço direito é considerado a obra da reforma da saúde dentro do corpo que é Cristo. Somos aconselhados a usar o braço direito, assim como Cristo usou o ministério de curar e depois pregou o evangelho. Assim, o braço direito, ou nosso ministério de saúde, deveria ser uma das atividades prioritárias da igreja e dos membros individualmente.

É interessante observar que muitos especialistas não adventistas não sofrem de ABLD. Recentes avanços da medicina preventiva têm sido realizados por médicos não adventistas, muitos deles ateus e evolucionistas. Por exemplo, o Dr. Esselstyn, da Clinica Cardiológica de Cleveland e o Dr Ornish foram os primeiros a provar que a doença cardíaca pode ser revertida por uma dieta estritamente vegetariana. Seus resultados foram publicados em jornais científicos com vários casos comprovados com raio X, tomografia e ultrassonografia.

Não conheço nenhum outro médico cardiologista adventista que tenha feito algo semelhante, provando que a doença das coronárias está relacionada com o estilo de vida e principalmente com a dieta e assim pode ser revertida se a dieta for corrigida. E essa é a doença que mais mata no mundo, mesmo em países em desenvolvimento e até entre os adventistas. Segundo o Dr. Fraser, do Estudo de Saúde Adventista, os membros da igreja sofrem e morrem das mesmas enfermidades que a população geral, só que morrem mais tarde.

Mas a pergunta ainda está no ar: porque grande parte da igreja não está interessada na reforma da saúde? Por que existe uma epidemia de ABLD em um tempo em que a prevenção e reversão das doenças são evidenciadas pela ciência? Minha resposta é simples, porque não fomos ensinados sobre a reforma da saúde e de que para termos saúde é necessária uma mudança de hábitos. Em muitos países, a reforma da saúde defendida pela igreja consiste apenas em não comer carne de porco, não fumar e não tomar bebidas alcoólicas. Essa tem sido a essência da reforma da saúde.

Por exemplo. Tenho sido adventista toda a minha vida, meus avós todos eles eram adventistas e pelo menos uma das minhas bisavós era adventista. Porém, só descobri que existia a reforma da saúde ao redor dos meus 18 anos. Até então não fumava, não bebia, não comia carne de porco e nem de camarão, porém, comia carne, como bom gaúcho, comia açúcar e doces sem restrição, não fazia caso de cereais refinados e nem restringia nenhum refrigerante.

Quando meu pai comprou os livros de Ellen White, em poucos meses eu li os cinco livros de saúde por ela escritos: Temperança, Conselhos sobre o Regime Alimentar, Conselhos Sobre Saúde, Medicina e Salvação e a Ciência do Bom Viver. Isto foi o bastante para mudar meu estilo de vida completamente e me inspirou a entrar na escola de medicina e finalmente me conduziu a Loma Linda, onde já estou por mais de vinte anos (como estudante primeiramente e agora como professor).

Ao voltar a estes livros e as mensagens de saúde que Ellen White foi inspirada a escrever, concluí que o regime vegetariano deveria ser promovido em nossa igreja com mais ênfase assim como os outros princípios da reforma de saúde, os oito remédios. Se a mensagem de saúde é o braço direito, então esse ministério deveria ser colocado em primeiro lugar como atividade na igreja.

Por que algumas igrejas nem mesmo tem um departamento de saúde? E por que não existe um enfoque maior na saúde do que na Música, Desbravadores, Ministério Jovem e Escola Sabatina? Um grande problema é o acúmulo de funções nos diferentes níveis hierárquicos da organização adventista. As pessoas têm o cargo de Ministério da Saúde e outros tantos junto. E mesmo na Igreja local, portanto não têm tempo de cuidar nem de sua saúde, quanto mais da saúde da igreja.

Durante cinco anos, fui o diretor do departamento de saúde de uma de nossas grandes igrejas. No final, tive um desacordo com o pastor da mesma e fiz a seguinte pergunta: por que temos um departamento de Música na igreja que custa mais de 100 mil dólares por ano e o departamento de Saúde não ganha um centavo? E quando tenho que promover meus programas de saúde tenho que tirar dinheiro do meu bolso?

Sua resposta foi rápida e bem clara: “a igreja tem uma tradição de música e procuramos mantê-la. O amigo leitor não se espantaria ao saber que pedi minha demissão. Que tipo de argumento foi este? A música é importante, e gosto muito dela, toco alguns instrumentos, canto, e já tive vários grupos musicais e instrumentais. Mas o exemplo de Jesus era de curar, ensinar e pregar.

Sei que não é fácil mudar principalmente, mas a mensagem é bem clara. “Aqueles que estão esperando pela volta do Senhor vão abandonar os alimentos cárneos; carne não fará mais parte de sua dieta. Deveríamos ter isto em mente e promover esta mensagem com firmeza. ” (Conselhos Sobre o Regime Alimentar páginas 380-381, Ellen White). Vivemos num tempo em que “os filhos das trevas são mais sábios que os filhos da luz. ” (Lucas 16:8).

Já ouviram falar da Dieta Aleluia – totalmente vegetariana – que está baseada em Genesis 1:29 promovida por cristãos não adventistas e já ouviram falar da Dieta de Daniel, promovida por vários evangélicos baseada em Daniel 1:12. Nós estamos seguindo os conselhos de Deus para estes últimos tempos?  Ou estamos todos sofrendo de ABLD, atrofiando tanto o nosso braço direito como o da igreja!

Share

Contato

Igreja Adventista
Central de Niterói


Rua Coronel Gomes Machado
Nº:350 - Centro - Niterói
Rio de Janeiro, CEP: 24020-112

Telefone:
(21)-2613-0855

Rede Novo Tempo

logonovotempo